Marechal Cândido Rondon – Pluralidade Cultural.

Marechal Cândido Rondon

Características – Pluralidade Cultural

Marechal Cândido Rondon – Município situado na região oeste do Paraná.   Paraná

A história do município se divide em duas partes, antes e depois da Maripá, a Industrial Madeireira Colonizadora Rio Paraná S/A. Antes da Maripá, a região foi habitada por espanhóis e ingleses, devido ao grande interesse pela exploração da erva-mate e madeira. Os ingleses conseguiram legalidade para a exploração desta região, concebida em dívida do Brasil com a Inglaterra referente à aquisição de equipamento ferroviário.

A região chegou a prosperar, mas com a permanência da Coluna Prestes, a Fazenda Britânia e o Porto Britânia foram destruídos e com isso a região empobreceu e começou a ficar “abandonada”.

A retomada de colonização da região só teve início quando a Maripá adquiriu a Fazenda Britânia e estudou a região para colonizá-la. Era 1946, ano que marcou toda a região Oeste, pois foi a partir deste ano que a colonização verdadeiramente aconteceu.

As primeiras visitas feitas nesta região por pessoas interessadas na compra de terras ocorreram por volta de 1949, mas a aquisição de terras, de acordo com os primeiros moradores, se deu no ano seguinte. A Maripá vendeu as terras para colonos gaúchos e catarinenses.

Em março de 1950 ocorreram as primeiras derrubadas de árvores, iniciando a construção da vila, segundo os pioneiros, os primeiros clarões foram abertos nas proximidades onde atualmente é a Delegacia da Polícia Civil, iniciando-se, desta forma, a construção da Avenida Rio Grande do Sul, nome dado em homenagem aos primeiros moradores vindos daquele estado.

Os primeiros colonizadores trazidos e fixados em terras “rondonenses” chegaram em 7 de março de 1950, sendo eles: Balduino Helmuth Jope, Erich Ritscher, Antonio Rockembach e Oswaldo Heinrich. Em 14 de abril chegou Beno Weirich e no mesmo ano, em 21 de junho, fixou residência no local, sua esposa Alice Weirich e seu irmão Lauro Mathias Weirich, mas foi a partir de 1951 que efetivamente a migração sulina tomou vulto, configurando um novo quadro populacional na região. As primeiras casas construídas foram na região oeste da cidade, as margens do Arroio Borboleta, este sendo usado como fonte de água. Os colonizadores em sua grande maioria eram de descendência alemã, vindos do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Segundo relatos de pioneiros, o povoado chegou a ser chamado de “Vila Flórida” e em 6 de julho de 1953, o núcleo populacional (ainda sem nome oficial) foi promovido a distrito administrativo de Toledo, denominado de General Rondon, sob a Lei municipal nº17.

A partir desta data o distrito de General Rondon participava da administração política de Toledo, elegendo vereadores e tendo subprefeitos indicados pela prefeitura de Toledo.

O oeste paranaense estava em um grande desenvolvimento, e vários núcleos populacionais não paravam de crescer e esse foi um dos motivos pelo qual o deputado estadual Luis Alberto Dall’ Canale, filho de um ex-diretor da Maripá e presidente da Assembleia Legislativa na época, entrou com um Projeto de Lei para a criação de vários municípios da região Oeste do Paraná – General Rondon, Palotina, São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Matelândia, Guaraniaçu, Corbélia e Catanduvas.

Assim foram criados 58 municípios, e no dia 25 de julho de 1960 o governador Moisés Lupion sancionou a Lei 4.245, emancipando vários deles, e a vila General Rondon continuava no meio da listagem. A partir desta data a “vila” passou a ser denominada Marechal Cândido Rondon.

O nome da cidade se deu em homenagem a Cândido Mariano da Silva Rondon (1865-1958), militar, geógrafo, conhecido como “sertanista e desbravador”, em 1955 o Congresso Nacional aprovou uma lei especial conferindo-lhe o posto de marechal, por este motivo, o nome da cidade não ficou General Rondon, e também foi acrescentado o nome Cândido.

Portal de entrada

Portal de entrada

Aspectos Culturais.

Possui uma forte influência da cultura germânica, demonstrada na arquitetura e pelo idioma (alemão) ainda muito falado entre os mais velhos. Estima-se que 80% da população seja desta descendência.

A cultura e os aspectos culturais existentes em Marechal Cândido Rondon exploram a influência da ocupação inicial através do turismo, aproveitando a denominação de cidade de tradições germânicas. Não há muito o que se ver e se fazer nessa cidade, apenas os pontos turísticos são o portal e o centro de eventos, apenas.

O principal turismo local é o turismo cultural, desenvolvido através da exploração da histórica influência cultural alemã na colonização inicial do município, que é caracterizada através da arquitetura, música, danças, gastronomia e bebidas tipicamente alemãs (somente na Oktoberfest)

Baile- Oktoberfest

 

Esta influência cultural pode ser percebida na arquitetura da cidade, principalmente em construções de importância turística, retratando o estilo colonial ou enxaimel, estilos típicos alemães. Isso ocorre no Portal do município e no Centro de Eventos, em estilo enxaimel, o qual ostenta 34 fachadas diferentes, que representam estilos de construção de 34 diferentes cidades alemãs.

 

A influência cultural alemã também pode ser verificada nas festas municipais como a Oktoberfest (a maior do Paraná), através da música e das apresentações dos grupos culturais, sempre em idioma alemão, assim como também está presente na gastronomia destes eventos, quando são servidos pratos típicos alemães, como o eisbein e o kassler, sempre servidos com chope.

download (5)

Essas festas podem ser compreendidas também como tributo aos primeiros colonizadores do município e de manutenção da sua herança cultural, uma vez que nas décadas seguintes várias etnias e seus aspectos culturais vieram a se somar aos costumes dos primeiros colonizadores.

Outro grande evento é a Festa Nacional do Boi no Rolete, paralelamente é organizada a Expo Rondon sempre na semana que se comemora o aniversário do município (25 de Julho).

 

Bandeira do Município.

Veja mais:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Marechal_C%C3%A2ndido_Rondon_(Paran%C3%A1)

Municípios limítrofes MercedesNova Santa RosaQuatro PontesToledoOuro Verde do Oeste,São José das PalmeirasEntre Rios do Oeste e Pato Bragado
Distância até a capital 576 km

 

Mais dados…confira.

http://cidades.ibge.gov.br/painel/painel.php?codmun=411460

 

72 thoughts on “Marechal Cândido Rondon – Pluralidade Cultural.

  1. Cultura de Rondon

    O tamanho de meu município é 748,002 km2, sua população é de aproximadamente 46.819 habitantes. Você pensa,será que essa cidade tão peuqena habita tantas pessoas assim? Será que esse Município há tantas culturas?
    A cultura da nossa cidade é bastante Alemã,Oktoberfest,boi no rolete,Expo Rondon,Festas de nata e ainda fazemos ovos de Páscoa.
    Os costumes são vários: a dança Alemã,dança gaúcha,o chimarrão,a maioria da nossa população em fim de semanas se encontram para ir a igreja,ou vão passear em praças,lago….
    Seus avós,bisavós conversam as vezes em sua frente a lingua Alemã, que te confundi a cabeça.
    Nosso Município tem a educação boa,composta pelos colégios Eron Domingues,Frentino Sackser,Ceretta e entre outros.
    Nossa cidade de Marechal Cândido Rondon está localizado no lado Oeste do Paraná,no Brasil.Nossa capital é Curitiba.
    Nós devemos se orgulhar de nosso município, que é elogiado á todos que chegam…….. Kelly n° 27 8° B

  2. Marechal Cândido Rondon

    Tudo começou quando os primeiros homens chegaram ao meio do mato e começaram a desmatar e formaram uma vila, onde hoje é a Delegacia, a rua que passava em frente foi dado o nome de Avenida Rio Grande do Sul porque de lá que vieram os primeiros habitantes.
    O município de Marechal Cândido Rondon foi emancipado em 1960. O primeiro prefeito eleito foi Arlindo Alberto Lamb.
    Marechal tendo a área de 748.002 Km², e com seus 53 anos atinge a população de 46.816 habitantes e tendo cerca de 37.000 são moradores da cidade.
    Marechal Cândido Rondon, tem forte influência da cultura germânica observado na arquitetura, danças, músicas e gastronomia e bebidas típicas alemãs.
    As comidas típicas alemãs são o chucrute, eisben, bratkartoffeln, semelknodel, scllachtplatte, ronltte e muitas outras.
    Marechal Cândido Rondon foi dado o nome em homenagem a Cândido Mariano da Silva Rondon (1869 – 1958), militar, geográfico, conhecido como sertanista e desbravador.
    O município conta, além de inúmeros colégios…públicos, escolas particulares e uma Universidade estadual e duas particulares.
    Alisson Koch.

  3. Marechal Cândido Rondon

    Na nossa cidade são várias as raças as misturas, negros, brancos, pardos, italianos e outros.
    Mas oque poucos sabem é que a maioria das pessoas de Marechal é descendente de italianos, poloneses e, é claro, alemão.
    O nome Marechal Cândido Rondon vem de um homem, um ex- general, Cândido Mariano da Silva Rondon, que foi um desbravador.
    Temos muitas culturas germânicas, temos culturas até famosas, como o Octoberfest, muitas pessoas veem por isso.
    A maioria das nossas culturas vem do estilo alemão como um; chimarrão, bem conhecido em Marechal Cândido Rondon, outra cultura bem conhecida é o boi no rolete que é uma vez por ano, o boi no rolete acontece.
    Marechal fará 54 anos em julho.
    ”Na linda terra do pinheiro no meio de uma selva agreste’‘. Um pedacinho do hino de Marechal, diz que, do meio do mato, começaram a construir e hoje temos o que temos.
    ”Cresceu um povo hospitaleiro Rondon Orgulho do Oeste’‘. Marechal foi crescendo e foram reconhecidos por ser um povo hospitaleiro e por ser o orgulho do oeste do Paraná.

    Johny Kotz nº: 23 8º ano ”B”

  4. Marechal Cândido Rondon
    No nosso município de Marechal Cândido Rondon temos muitas raízes culturais trazidos pelos descendentes Espanhóis, Argentinos, Paraguaios, Europeus, Alemães, Italianos, Poloneses e Afro descendentes, mas a predominância são os descendentes de alemães.
    Muitas famílias de Marechal têm esses descendentes, mas nem sabem por que muitas pessoas tem preconceito.
    Os Alemães há muito tempo atrás não aceitavam um casamento entre alemães e italianos, ou outras etnias, até os dias de hoje muitos não aceitam.
    Apesar de ainda existir preconceito tem muitas coisas boas, entre elas as festas como A Festa Nacional do Boi no Rolete e outros. Mas os mais comemorados no passado eram o Baile do Kerb, Baile do Chopp conhecido, mais como Oktoberfest, temos ainda muito presente as festas juninas nas escolas e comunidade em geral.
    Nossa cidade tem muitas comemorações ainda muito tradicionais, sempre acompanhadas dos pratos típicos e bebidas.
    Aqui em Marechal também tem muitas colheitas como: soja, milho, e outros aqui é uma cidade muito produtiva se as pessoas cuidarem da cidade muitas coisas boas ainda pode acontecer, mas se não cuidar cada fez vai piorar.

    Pamela Ruzza nº29 9º”E”

  5. MARECHAL CÂNDIDO RONDON
    Cidade com suas proprias culturas e festas boi no rolete,oktoberfest.
    O nome Marechal cândido Rondon é em o menagem a Cândido Mariano da Silva Rondon.
    Marechal tem muitos povos alemães Gauchos Italianos, e pomeranos.
    Costumes desses povos
    Alemães: oktoberfest
    Gaucho: Chimarrão
    Italiano:Café colonial
    Pomeranos: Thanina (feito de sangue de pato )
    Andressa Thais nº 08 8°ano ” B”

  6. Marechal Cândido Rondon
    O povo de Marechal Cândido Rondon é bem divertido,brincalhões ,a sua tradição de tomar chimarrão ,fazer um churrasco no domingo é bem comum na região.
    A cultura de Marechal também está nas festas juninas,danças,musicas,teatros,aniversários,festa do município,porco a pururuca, ocktoberfest .
    O nome da cidade foi em homenagem a Candido Mariano da Silva Rondon, Marechal Cândido Rondon foi nomeado município em 25 de julho de 1960.
    Os primeiros colonizadores a chegar foi em 7 de março de 1950.
    A população de Marechal é de 46.819 habitantes a área é de 748,02 km COORDENADAS GEOGRAFICAS DECIMAIS = latitude 24.5567 longitude = 54.0567.
    O atual prefeito de Marechal Cândido Rondon é o Moacir Froehlich e vice- prefeito é Silvestre Cotica .
    Marechal Cândido Rondon tem os destritos que são: Margarida,São Roque,Bom Jardim,Novo Três Passos,Iguiporã,Porto Mendes, Novo Horizonte.
    A educação na região é de boa qualidade.

  7. MARECHAL CANDIDO RONDON
    MARECHAL CANDIDO RONDON é uma cidade localizada no oeste do Paraná, com mais de 47 mil habitantes, entre alemães, italianos entre outras etnias que convivem pacificamente.
    Nossa cidade tem uma história de culturas muito particulares. Muitas comidas são típicas dos descendentes alemães como a linguiça, pão de milho, cuca, bolachas, chucrute, eisbein entre outras.
    Temos muitas festas como baile do kerp, baile do Chopp e Oktoberfest que é uma festa típica que acontece todo ano onde é servido muito Chopp e comidas típicas além de apresentações de danças folclóricas alemãs.
    A cidade de Marechal, cheio de pessoas felizes pelo lindo município;
    Marechal um lugar bom pra morar.

    Gustavo Trimpler

  8. Marechal Cândido Rondon
    O município de Marechal Rondon é uma cidade típica germânica onde os traços do povo e as construções preservam a cultura européia.A maior demostração de nossa cultura é a OKTOBERFEST,festa tradicional alemã,onde além de muito chopp e dança é servido o café colonial e pratos típicos.Feira exposições de orquídeas,festival de pratos típicos e café colonial são atratividades muito apreciadas pelos moradores e visitantes da Expo Rondon.
    N:01 9 ANO E

  9. Marechal Cândido Rondon

    Marechal Rondon, um município que se encontra no Oeste paranaense, com aproximadamente 46.799 habitantes. Possui uma forte influência da cultura germânica, demonstrada na arquitetura presente hoje em dia. Estima-se que 80% da população seja descendente germânica.
    A influência cultural alemã pode ser verificada nas festas municipais como a Oktoberfest, e também na gastronomia desses eventos, quando são servidos pratos típicos alemães, como o eisbein e o kassler, sempre servidos com chope.
    O grande evento é a Festa nacional do Boi no Rolete, é organizada na Expo Rondon sempre na semana que se comemora o aniversário do município.
    Algumas festividades também, ão as fesas juninas, onde são vendidos alguns pratos típicos, como o bolo de milho, o “quentão” e outros. Existem também os clubes dos idosos, que mantém o hábito de se reunir para conversar e dançar.

    Gabrielli Caroline nº15 9 E

  10. MARECHAL CÂNDIDO RONDON

    Hoje vou falar um pouco dos aspectos geográficos, históricos e culturais de Marechal Cândido Rondon, município situado na região Oeste do estado do Paraná.
    As primeiras “visitas” a essa terra, foram de pessoas interessadas na compra de terras, já conhecidas como férteis. Em 1.950 começaram a derrubar mato, onde um dos primeiros lugares que foi derrubado era o local onde hoje está localizada a delegacia civil.
    Quando estavam derrubando, começou a construção da Avenida Rio Grande do Sul. Os primeiros moradores que vieram pra cá foram de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
    Em 25 de julho de 1.960, foi à fundação de Marechal Cândido Rondon, o prefeito era Arlindo Alberto Lamb. E o atual é o S.r. Moacir Fröelich. O nosso município é muito grande em área. São 748.003 quilômetros quadrados. Com isso temos bastante pessoas. São aproximadamente 46.799 habitantes. Sua densidade é de 62,57 habitantes/ quilômetros quadrados. O clima é subtropical. Hoje, Marechal está com 53 anos.
    Vou falar um pouco das culturas. O nosso município tem o idioma alemão e cerca de 80% da população têm descendência alemã. Temos muitas culturas como as festas típicas como Oktoberfest, Boi no Rolete, bailes da Cuca e da linguiça, entre outras. As famílias em casa fazem chimarrão, tereré, churrasco, se reúnem na Páscoa e natal com a família, fazem festa de aniversário e outras.
    Antigamente o nosso município era quase todo agrícola, quase tudo era mato e se queriam comer, tinham que plantar o seu alimento. Plantavam arroz, feijão, trigo, milho, amendoim, soja, batata e outros tipos de alimentos. Hoje temos diferentes indústrias embora à agricultura ainda seja forte no município. Também temos diferentes pontos turísticos, entre eles uma praia artificial que foi formada pelo reservatório da Usina de Itaipu.
    “Viver aqui é muito bom!”.•••.

    *NOME: Leomar Koch *NÚMERO: 28 *SÉRIE: 9° ano “A”

  11. Minha Marechal

    Marechal Candido Rondon
    É cidade e canção, juntos nessa nação.
    Somos alemães e agora brasileiros
    Somos fortes temos nossas diversidades culturais
    Podemos escolher hábitos e religião
    Somente nessa nação
    Agora nessa geração
    Passando de antepassados aos dias atuais
    Cidade linda cheia de graça
    E suas festas como Oktoberfest
    Formosa liderando nossa geração
    Comidas típicas ou não
    Somos livres podemos escolher
    Agora juntos como irmãos
    Tudo começou em Rondon
    Somente nessa nação
    Mantendo seus hábitos festas religião
    Mantidas em geração a geração
    Lutamos muitos agora é só vitória
    Agora e só aproveitar.
    As belezas deste belo lugar.

    Nome: Victor Hugo Borges Cardoso n: 36 9 ano e

  12. Minha cidade,
    Marechal Cândido Rondon, município da região oeste do estado do Paraná, tem 46.799 habitantes (segundo Censo de 2010), 53 anos e 748.002k².
    A história do município se divide em duas partes. Primeiro a região foi habitada por espanhóis e ingleses, devido ao grande interesse pela exploração de erva-mate e madeira abundante aqui naquela época. Os ingleses conseguiram legalidade para a exploração desta região.
    A região chegou a prosperar, mas com a permanência da Coluna Prestes, a Fazenda Britânia e o Porto Britânia foram destruídos e com isso a região empobreceu e começou a ficar abandonada.
    A retomada da colonização da região só teve inicio quando a Maripá adquiriu a Fazenda Britânia e estudou a região para colonizá-la. Era 1946, ano que marcou toda região Oeste, pois foi a partir deste ano que a colonização verdadeiramente aconteceu.
    Alguns anos depois, pessoas começaram a vender essas terras para colonos gaúchos e catarinenses para colonizar as terras.
    Hoje, Marechal Cândido Rondon possui uma forte influência da cultura germânica, demonstrada na arquitetura (varias casas e prédios são estilos germânicos) e pelo idioma (alemão) ainda muito falado entre os mais velhos. Estima-se que 80% da população sejam desta descendência. Tem muitas culturas como as festas típicas como Oktoberfest, bailes da Cuca e da linguiça, Boi no Rolete, entre outras. A maioria das famílias em casa fazem tererê, churrasco, chimarrão e preservam as tradições trazidas pelos primeiros colonizadores.
    Emanuelle Prass, 16, 9° A

  13. Marechal Cândido Rondon
    Marechal Cândido Rondon é um Município de muitas culturas e hábitos tipicamente germânicos e outros também.
    Marechal é um município que a maioria são de descendência alemães. Marechal costuma a ter muitas festas como: Boi no Rolete, Oktoberfest, Festa da Colheita, Desfiles, Baile do Kerb, Festas Juninas, Festas do Município entre outras.
    O município tem 46.799 habitantes, o nosso município é um lugar bom de morar, tem muitos lugares bom pra passar com a família.
    Aqui tem diversos tipos de comidas como: Pão de milho, Cucas e Bolachas, Café Colonial, Schimier, Linguiças entre outros tipos.

    Nome: Samela Nery

  14. MARECHAL CÂNDIDO RONDON

    Foi criada no dia 25/07/1960, com aproximadamente 748.002 k uma cidade com muitos pontos de lazer e costumes regionais.
    Cândido Mariano Da Silva Rondon, foi quem começou com sua formação. Ele começou logo cedo a servir ao exército, o nome da cidade foi criado em sua homenagem.
    Já ouvi falar dos apertos no inicio de sua criação, famílias se arriscavam nas estradas de pedras esburacadas, em caminhões de mudanças, foi difícil, mas conseguiram formar uma cidade linda e cheia de culturas.
    Muitas comidas daquela época que ainda são servidas hoje, são nada menos que porco no taxo, bolachas pintadas ou de melado, cuca com linguiça, charque, carne frita na banha, e muitas outras comidas típicas gaúchas e alemãs.
    Na nossa cidade temos como atração e lugar de lazer o ‘’Lago Municipal’’ que chama muita a atenção por ser um lugar muito gostoso para descansar e passar à tarde com família ou amigos.
    Temos a Praça Willy Bart, Centro de Eventos, Cachoeira da Onça, centro esportivo Nei Braga, Fórum municipal, Memorial da prefeitura, Casa gaza, Portal e a Prefeitura de Marechal Cândido Rondon, lugares que ficam na memória de cada pessoa que mora ou vista a cidade.
    Hoje tem aproximadamente 46.816 habitantes, vai fazer 54 anos de histórias, entre lutas e conquistas.
    Minha cidade é Marechal Cândido Rondon lugar de festas, lugar de culturas, lugar de lembranças.

    Tainara

  15. A história do município se divide em duas partes, antes e depois de Maripá, a industria Madeireira Colonizadora Rio Paraná S/A. Antes de Maripá, a região foi habitada por espanhóis e ingleses, devido ao grande interesse pela exploração da erva-mate e madeira. Os ingleses conseguiram legalidade para explorar está região, concebida em troca de dividas do Brasil com Inglaterra referente à aquisição de equipamentos ferroviários.
    A Maripá vendeu as terras para colonos,gaúchos e catarinenses. Em 1950 ocorreu as primeiras derrubadas de árvores, iniciando assim a construção da vila, segundo os pioneiros, os primeiros clarões foram abertos nas proximidades onde atualmente é a Delegacia de Polícia Civil,iniciando-se desta forma, a construção da Avenida Rio Grande do Sul, nome dado em homenagem aos primeiros moradores vindos daquele estado.
    As primeiras casas construídas foram na região oeste da cidade, as margens do Arroio Borboleta< este usado como fonte de água
    Segundo relatórios de pioneiros, o povoado chegou a ser chamado de “Vila Florida” e em 6 de julho de 1953, o núcleo populacional foi promovido a administrativo de Toledo, denominado de General Rondon, sob a Lei municipal nº 17. Assim elegendo vereadores e tendo subprefeitos indicados pela prefeitura de Toledo.
    Possui uma fonte influenciada da cultura germânica demonstra arquitetura e pelo idioma (alemão) ainda muito falado entre os mais velhos. Estima-se que 80% da população seja desta descendência.
    Uns grandes eventos é a Festa Nacional do Boi no Rolete, perante mente é organizado a Expo Rondon sempre na semana que se comemora o aniversário do município em 25 de julho, e a Oktober tipicamente alemã caracteriza arquitetura , música, danças, gastronomia e bebidas.

    Daniel Lamb.

  16. Meu Município.

    Marechal Cândido Rondon tem principalmente em sua formação, etnias como os descendentes alemães e italianos.
    Aqui chegaram os primeiros moradores em 1902, eles moravam em fazendas e viviam
    das plantações que faziam e também do cuidado com os animais domésticos.
    No Município têm várias festas durante o ano como Oktoberfest, que acontece anualmente no mês de outubro, Baile do Kerb que já foi mais intenso no passado, desfiles de carros alegóricos e também desfiles de Sete de setembro envolvendo as diferentes escolas municipais e Colégios estaduais e públicos. Também no município tem festa da colheita realizada todos os anos pelas comunidades religiosas.
    Nesse município há várias diversidades desde hábito religioso ou crenças, vestimentas
    e casamentos com descendentes de outras etnias.
    Atualmente estima-se que 80% da população são descendentes de alemães, com isso em vários lugares é possível ver casas e comércios com estilo alemã, como forma de que resgatar essa cultura.
    Tem mais de 47 mil de habitantes e a área é de 748,002 km2.
    Nesse município tem várias escolas públicas e particulares com o mesmo desen-
    volvimento e várias faculdades como a Unioeste, Unifas e Falurb.
    Tem vários pontos turístico como o Portal, o centro de eventos e o Lago Municipal, além de uma Praia artificial de Porto Mendes.
    Jenifer Dresch N: 22 9 ano D

  17. Marechal Cândido Rondon

    Marechal Cândido Rondon é uma cidade típica alemã, com muitos descendentes alemães que vieram do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. No centro e também nos bairros, há ainda casas e lojas com a estrutura ou estilo da Alemanha. Mas também há outras etnias como os descendentes de Espanhóis, Argentinos, Paraguaios, Europeus entre outros que vivem aqui pacificamente.
    Marechal não tem muitos Pontos turísticos. O lugar mais conhecido é o Lago Municipal que é um lugar ótimo para caminhadas e lazer.
    Nessa cidade há muitas outras cultural e festas típicas como o Oktoberfest, a desfiles, as festas Juninas e o Café Colonial com comida típica como: Cuca, Linguiça, Churrasco e o chimarrão entre outros.
    A 46.799 habitantes e tem 55 anos e os Rondonenses tem o Centro de Esportes e tem Praças Públicas. É um belo local para morar.
    Nome: Gabrielly Elisa nº16 9º “E”

  18. Marechal Cândido Rondon
    Meu município é uma cidade que tem várias etnias e diferentes raízes culturais, como: descendentes de Espanhóis, Argentinos, Paraguaios, Europeus, Alemães, Italianos e muitos outros.
    A gastronomia daqui é variada, os hábitos das pessoas são diferentes, mais a maioria dos rondonenses conhecem alguma dessas comidas e tem o hábito de comê-los, algumas delas são: Linguiça, pão-de-milho, cucas, bolachas, churrasco, entre outros. Hoje em dia temos umas das atrações que o café colonial, comum no município, pois todos gostam de saborear as delícias da colônia.
    Temos várias festas tipicamente regionais, como: a Oktoberfest que somente pessoas de maior entram ,acima de 18 anos, é uma festa do estilo germânico com comidas típicas e danças folclóricas.
    A festa junina para homenagear São João acontece em quase todas as entidades, principalmente nas escolas.
    Enfim, tem desfiles, festa da colheita realizadas pelas comunidades cristãs, e também os desfiles alusivos da semana da Pátria e desfile de carros alegóricos geralmente nas festas do Município.
    A população atual é de 46.799 habitantes, tem 55 anos, possui praças, centro de esportes, e agora está sendo construído a SENAC, terá vários cursos profissionalizantes para toda população.
    Nome: Suany Müller Stülp nº:33 9º “E”

  19. Minha cidade

    Espalhada de cultura
    E por motivos
    Muitas religiões
    Mas também manifestações
    Cheio de festas e dança
    E a muita esperança
    Varias etnias
    E pessoas alegres por viver nessa cidade
    Cidade abençoada por Deus
    Muitos tipos de comida
    Por isso minha cidade é especial
    E o nome dela é Marechal Cândido Rondon

    Junior .V.Knaul 9e n 22

  20. Nossas culturas
    Marechal Candido Rondon uma cidade de diversidades, uma cidade aonde se olhar pro Lado você vê pluralidade cultural, mistura de raças, vestimentas diferentes, costumes comidas, danças, pessoas com que o passar do tempo foram se misturando, se socializando, famílias de raças diferentes se misturam e trazem outras raças.
    Quando andamos nas ruas vemos rostos, jeitos diferentes, assim como eles são diferentes por fora, o pensamento delas também não são iguais, já pensou um mundo sem diferenças? Onde todos são iguais. Seria sem graça certamente.
    No mundo de hoje as pessoas não são iguais, mas às vezes agem do mesmo jeito, as pessoas são diferentes fisicamente, são diferentes por isso devemos conviver com elas porque somos diferentes, se respeitarmos as diferenças dos outros, também seremos respeitados com nossas diferenças.
    Marechal completa seus 54 anos, no dia 25 de julho, ele possui uma bandeira que usada em eventos e principalmente durante canto do hino nacional e do Município.
    Daiana L. Klug.

  21. Minha bela Marechal

    Na minha cidade a paz reina nas ruas, a beleza da natureza, árvores e flores, animais e pessoas, todos em um só coração. Aqui há mais de 46.819 mil habitantes, quase todos em suas moradias e trabalham sem discriminação. Problemas temos, mas os comuns a todas as cidades.
    O nome da cidade veio de Cândido Mariano da Silva Rondon, que ainda jovem decidiu servir ao Exército e dedicar-se à construção de linhas telegráficas pela vastidão do interior brasileiro.
    Falando de Exército, nossas casas estão bem protegidas, pois a polícia daqui cuida muito bem, estão sempre alerta e dispostos para nos proteger. Tem também os bombeiros que estão sempre preparados e atentos. Sentimos-nos muito bem protegidos.
    Aqui também temos muitos lugares bonitos para passear, como a Praça Willy Barth, a acho muito bonitos e muito bem cuidados, tem também o Lago Municipal, gosto muito dele, é a natureza viva a nossa volta, bem cuidado e bem frequentado.
    Vamos falar um pouco sobre cultura, nossa cidade tem muitos eventos legais, dois deles são: festa do Município, onde se faz o Boi no rolete com várias bebidas típicas, tem também a Oktoberfest onde comemos churrasco e bebemos a bebida que nossos antepassados tomavam – Cerveja – Chopp. Muitas festas e diferentes culturas unidas num só espaço.
    Tantas coisas boas Marechal tem pra te dar, amo muito e se você conhecê-lo bem vai amá-lo também.

    Ana Júlia n° 05 9º ano A

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s