Reportagem Fotográfica – Pluralidade Cultural

Reportagem Fotográfica. Pluralidade Cultural

A reportagem fotográfica tem nas fotografias o seu principal elemento informativo. Resulta numa matéria jornalística em que as fotos são acompanhadas somente de legendas ou um breve texto legenda.

DSCN9783

A reportagem fotográfica faz parte dos gêneros jornalísticos. A fotografia é fundamental em uma notícia, ela serve como complementação, para ilustrar um acontecimento, e principalmente chamar a atenção dos leitores em relação ao fato noticiado.

http://professorinovador.wordpress.com/2011/10/12/projeto-jornal-reportagem-fotografica/

Legendas e textos-legendas

Legenda é uma frase curta, enxuta, que normalmente cumpre duas funções: descreve a ilustração e dá apoio à matéria jornalística, informando os fatos noticiados. Como o título, geralmente emprega verbos no presente do indicativo. Quanto à pontuação, a norma da maioria dos jornais e revistas é não utilizar ponto no seu final.

Texto-legenda é uma ampliação da legenda e contém as principais informações sobre o assunto. Pode também ser chamada para uma matéria jornalística no interior do jornal ou da revista.

download (4)

Atividades para os alunos

Sequência didática para uma Reportagem Fotográfica com os alunos.

1-    Trazer diferentes fotografias/imagens para a sala de aula, tiradas de jornais anteriores, ou fotos aleatórias. Exercitar a “leitura” das mesmas. Comentar e discutir como se lê uma imagem, o papel das cores, a forma, o ângulo, a expressividade, a emoção, etc.

2-    Escolher com os alunos um assunto ou tema que possibilite uma variedade de fotos ou imagens. Sugestões, pessoas à margem da sociedade, profissões vistas em detalhes, lugares específicos do lugar onde mora, descasos com o meio ambiente, etc.

3-      Passar para os alunos alguns itens essenciais para uma fotografia ser expressiva e informativa, a seguir:

.    a) Uma boa fotografia deve captar o fato em seu momento decisivo

b) Sua primeira qualidade é o valor informativo e a segunda a sua nitidez (ineditismo, impacto, expressividade);

c) os aspectos plásticos são importantes, mas não essenciais, o             ideal é captar a informação e o estético.

d) Uma fotografia jornalística não deve ter elementos supérfluos, mas destacar os detalhes essenciais.

e) A colocação da fotografia na página, para destacá-la, é muito importante ser observada. Nunca colocá-la no centro de uma página, ou nos seus cantos.

f) Observar a linguagem universal dos gestos, o que são gestos símbolos, o que deve ser destacado.

4-    Escolha do assunto ou tema para a reportagem fotográfica. Optou-se para o trabalho a ser descrito o tema Pluralidade Cultural – Um novo “olhar” sobre meu Município. Foco da reportagem- “detalhes” captados através das lentes.

5-     Divisão das turmas em duplas, ou equipes, sendo que cada um individualmente, deverá ficar responsável por uma foto para elaborar a legenda ou texto legenda sobre a mesma.

6-    Cada dupla deverá fotografar aspectos da cultura do Município, entre os itens, comidas típicas, artesanato, festas, pontos turísticos, arquitetura, danças, misturas de raças etc.

7-    Retomar às pesquisar sobre a história e raízes culturais do Município, já anteriormente trabalhadas via sites, facebook e blog, e palestras efetuadas no Colégio com a historiadora Udilma Lins Weirich.

8-    Elaborando legendas. Voltar às especificidades da legenda e do texto-legenda. Exposição oral das mesmas. Análise coletiva e socialização. Síntese dos aspectos mais interessantes observados.

9-    4- Em duplas produzir as legendas para as fotos, já organizadas e reveladas anteriormente conforme resolução em grupo. Digitação e impressão das legendas e textos-legendas.

10-Montagem dos painéis contendo as fotografias com as respectivas legendas.

11-Exposição da Reportagem Fotográfica para as demais turmas da Escola e para as famílias.

12-Exposição das fotos, juntamente com os textos já elaborados, digitados e impressos sobre a história e pluralidade cultural do Município. Exposição no saguão da prefeitura Municipal.

13-Socializar via redes sociais, os trabalhos elaborados.

14-Escolha da melhor fotografia.40923270

 

 

 

 

DSC04348

Um toque pessoal em cada imagem

| Artigo de Cristiano Mascaro* |

Como todas as técnicas de expressão, a fotografia tem sua gramática. Mas não basta saber as regras: é preciso encontrar um jeito próprio de enxergar o mundo. Reconhecida inicialmente apenas como uma técnica, com o incrível e rápido aperfeiçoamento dos equipamentos e evolução dos meios de difusão, a fotografia passou a ser cada vez mais utilizada em precisamente todos os campos do conhecimento humano. Hoje podemos assegurar que, após uma história heróica de lutas para se afirmar como meio de expressão, não há ninguém neste mundo que ainda não tenha sido fotografado ou tenha tirado uma fotografia. Ou não tenha visto uma bela imagem fotográfica e com ela se emocionado.

Veja mais:

http://www.uel.br/pos/fotografia/wp-content/uploads/downs-uteis-um-toque-pessoal-em-cada-imagem.pdf

boi-no-rolete-1

Como fazer uma reportagem fotográfica

Fotografia pode ser usada para compartilhar experiências visuais e contar histórias sem palavras. Histórias de fotos feitas usando o software digital são exibidas através de apresentações de slides. Estas apresentações podem ser enviadas on-line para um anfitrião de web, enviadas através de e-mail ou visualizadas no seu computador pessoal. Eles fornecem uma oportunidade para compartilhar sua fotografia com a família e amigos ao redor do mundo.

http://www.edufrance-bulgarie.org/como-fazer-uma-reportagem-fotografica.html

10 thoughts on “Reportagem Fotográfica – Pluralidade Cultural

  1. Meu Município Marechal Cândido Rondon.

    Marechal Cândido Rondon é uma cidade típicamente germânica onde os traços e as construções exaimel preservam a cultura européia.A busca de alargamento da fronteira, agrícola, aliada á proposta de exploração da erva mate,a policultura de subsistência,dentre outros fatores econômicos,foram determinantes á formação do núcleo populacional que deu origem ao município de Marechal Cândido Rondon.
    Muitos são os atrativos turísticos e os aspectos culturais de Marechal Cândido Rondon, entre eles está a Oktoberfest, festa tradicional alemã,onde além de muito chopp e dança é servido Café Colonial e pratos típicos germânicos. Outra festa gastronômica é a ” Festa Nacional do Boi do Rolete”, que ocorre anualmente e faz parte das comemorações do aniversário de Rondon. Feiras,exposições de orquídeas, festival de pratos típicos e Café Colonial são atrativos muito apreciadas pelos cidadãos e visitantes.
    A bandeira de Marechal Cândido Rondon indica várias coisas,por causa de suas cores, como paz, amor, trabalho, prosperidade, pureza, religiosidade e muitas outras coisas.
    Atualmente o destaque de Marechal Cândido Rondon é a Copagril de futsal, que leva o nome da cidade para todo o País.
    Quando recebemos visitantes de outras regiões e nosso município recebe muitos elogios, pois é considerada uma cidade limpa, casas com belos jardins, ruas amplas e arborizadas, sendo isso graças as pessoas que aqui moram, o mesmo acontece quando eu conheço cidades novas, realmente vejo que a minha cidade é linda.
    Ana Wilma Nº 4
    8 ano B

  2. Meu município.
    Marechal Cândido Rondon uma cidade de todos. Tornou-se uma município emancipado em 25 de julho de 1951, um município de muitas culturas como: a festa do cupim assado, porco no rolete, búfalo no rolete e a famosa competição do boi no rolete assado, que ocorre na festa do município.
    Marechal Cândido Rondon tem estimativamente 50 mil habitantes. Possui muitas festas e tradições onde o pessoal vem curtir festejar ir às praias, mantendo as tradições, preservando as culturas, também estimula a prática de esportes como futsal, tênis de mesa, e demais práticas Nesta cidade preservam-se os traços germânicos de seus fundadores alemães, italianos e outros povos os traços de sua cultura estão presentes ate hoje nas modas e na arquitetura, no modo do povo ser. Nas comidas onde muitas se preservaram e se conservaram, mantêm-se ate hoje como meio de preservar a cultura e as festas de origem alemã como: Oktoberfest e café colonial e também como pratos culinários, e o leitão a Marechal.
    Nesta cidade se produz alimentos como: Grãos, leite, frango, suíno e peixe que são preparados e conservados conforme a tradição manda. Sua população é muito conservadora e mantêm muitas práticas e costumes de sua tradição como chimarrão, cuca com salame e o churrasco a moda gaúcha.
    Daniel Barros de Paula Numero: 5
    9 ANO E

  3. Marechal Cândido Rondon
    Tendo 748.003 km quadrados, 53 anos e uma população de 46.799 pessoas, dessas, cerca de 37.000 mil na cidade.
    Possui uma forte influência da cultura germânica, demonstrada na arquitetura e pelo idioma alemão, ainda muito falado entre os idosos. Estima-se que 80% da população rondonense seja dessa descendência. Sendo que sua densidade demográfica é de 62,57 habitantes por km quadrado.
    A cultura alemã leva muito a sério os antigos costumes como as festas típicas, as vestimentas e a culinária muito conhecida pelas cucas, bolos, a fabricação artesanal de linguiças, defumados e outros condimentos, o carreteiro, a galinhada e o tradicional churrasco.
    Marechal Cândido Rondon tem esse nome em homenagem à um dos seus exploradores: Cândido Mariano da Silva Rondon.
    O PIB de Mal Cdo Rondon é de 891 961,449R$ e o PIB per capita é de 19 172,48R$(Dados fornecidos pelo IBGE de 2008.
    Fernando Lohmann, 19
    9º Ano “A”

  4. Marechal Cândido Rondon, e um pouco de sua história.
    Cada dia que passa, mais descubro dessa cidade, mais vejo o quanto bela ela é, mas digo e repito, é simples e agradável, “ah” grande Marechal, tu és um local tão bom de viver, poderia, procurar saber mais sobre essa cidade, mas já falta conhecimento nas pessoas, elas não sabem muito sobre sua própria cidade, não sabem de onde vivem como pode isso? Como conseguem? Já nem sei, a resposta, por mais que eu não saiba muito sobre nossa cidade, contarei tudo que eu ouvi e pesquisei.
    Marechal, uma cidade da tradição alemã, que mantém isso há cerca de 50 anos, e que sempre comemoram a festa do município, conforme manda a tradição. Marechal uma cidade tão “esbelta”, organizada, grandiosa, e que por onde o povo passa se apaixona. São pequenos lugares, mas com grandes valores, as pequenas e simples festas de muitos anos atrás, hoje em dia, são motivos para que os turistas gostem e retornem sempre à nossa grandiosa e apaixonante cidade. São simples detalhes que fazem muita diferença, pequena em número de habitantes, mas muito grande em tradição.
    “Marechal Cândido Rondon, é cidade, és canção”-Hino, assim já dizia o hino da nossa cidade, que ela é canção, ou seja, alegre, e feliz, uma cidade que pode não ter um cinema, um shopping, mais que tem muito a nos propor.
    Eu mais do que nunca me interessei por nossa cidade, quando soube que meu bisavô foi quem criou e assou, o primeiro “Boi no Rolete” a partir desse dia passei a me interessar mais por Marechal, e por sua linda história que descobri. Cidade mais do que bela e em cada canto tem algo que encanta. Que cada passagem pelo portal é uma admiração diferente, difícil a cidade que tem um portal tão lindo, tão grandioso, tão admirado, quanto o nosso, não só o portal mais muitos outros lugares são admirados em nossa cidade, festas típicas da Alemanha, pessoas trajadas e todas as comidas alemã;
    “Na linda terra do pinheiro, no meio de uma salva agreste “-Hino. Segundo o hino aqui era tudo mata, que conforme tempo passado hoje em dia, se tornou tudo isso que é “… Cresceu um povo hospitaleiro, Rondon orgulho do oeste…”, Marechal Cândido Rondon, já é conhecida pelos cantos fora nesse Brasil, pela sua tradição e modo de viver, e como o hino nos diz, ele é sim orgulho do oeste do nosso Paraná, há grande, pequena cidade como nós te admiramos…

    Larissa Lembeck Nº29 8ºB

  5. MARECHAL CÂNDIDO RONDON
    Essa cidade é pequena, mas tem uma grande história sobre ela. Marechal Cândido Rondon é uma cidade habitada na sua grande maioria por Alemães, Italianos e Poloneses que vieram morar e fixaram suas raízes, na Marechal. Há também alguns Espanhóis, Argentinos, Paraguaios, Europeus, Afro Descendentes e outros. Há neste local uma gastronomia típica.
    – Linguiça – desenvolvida para conservar a carne das cassas principalmente;
    – Pão de milho – substituir e dar maior utilização de trigo;
    – Cuca e bolachas;
    – Shmier – doce feito para aproveitar as frutas da época;
    – Assim como as compotas, conservas e chucrute;
    – Carne frita guardada na banha;
    – (Típico porco no tacho);
    – Café colonial;
    As festividades:
    – Baile do Kerb.
    – Baile do Chopp – Oktoberfest.
    – Desfiles.
    – Festas da colheita.
    -Festas juninas
    – Clubes que mantêm o habito de se reunir para conversar e dançar.
    – Boi no rolete.
    Em Marechal ocorreu uma miscigenação de culturas, entre Poloneses, talianos, Alemães foram os que mais fundiram culturas. A diversidade cultural e percebida pelos:
    – Hábitos religiosos;
    – Pratos típicos;
    – Vestimentas;
    Marechal ocorrer uma miscigenação depois dos descendentes de Europeus, Argentinos, Paraguaios, Afrodescendentes e outros. Hoje marechal é uma cidade boa e economicamente viável, e ganhando dinheiro também em turismo.
    Philipp Bornancin Dias Numero: 30 9 ano E

  6. Cultura da minha cidade de marechal cândido Ron dom

    Marechal Cândido Rondon é uma cidade típica germânica onde os traços do povo e as construções enxaimel preservam a cultura europeia amaior demonstração de sua cultura é a OKTOBERFEST é uma festa tradicional alemão muito chope e dança e também tradicional pesca da Corvina no Lago de Itaipu e típico o Café Colonial I também pratos típicos germânicos Festa Nacional do Boi do Rolete que ocorre anualmente e faz parte das comemorações do aniversário de Rondon uns destaque de marechal é a Copagril de futsal, que leva o nome da cidade para todo o País Quando recebemos muitos visitantes de outras regiões em nosso município marechal Candido Ron dom Tornou-se uma município em 25 de julho de 1951 Marechal Cândido Rondon tem também estimativa mente 50 mil habitantes realmente minha cidade é um bom lugar pra si viver

    nome:Gustavo Cezar
    numero:19
    8 ano B

  7. Um novo olhar sobre a cultura

    Marechal Cândido Rondon, local de festa,diversão,uma cultura diversificada colonizado por catarinenses e guaùchos e outros etc.
    Uma mistura fora do normal Alemães,Indios,Negros,Bugres,Italianos,Japoneses,Fazem deste um espaço Único.
    Aqui é uma mistura só,O tradicional boi no rolete atrai muitos turistas Traços germânicos ,Arquitetura,germânica.
    Aqui é uma mistura de cultura,Marechal Cândido Rondon, um município cheio de mistura com mais de 80% da população germânica que aqui predomina-se os CTGS,que fazem parte da cultura tradicional.
    São 53 anos de história,são 748.002 Km são mais de quarenta e seis mil rondonenses cheios de culturas e misturas.

    Leiza Rocha n: 27

  8. Texto
    Marechal Candido Rondon cidade maravilhosa com grandes culturas. Podemos ver no rosto de cada Rondonense o mor pela nossa cultura.
    Marechal que foi criado no dia 25/07/1960 até hoje esse dia é comemorado com muito carinho e dedicação. São 748.003 K² de pura cultura, casas, prédios tudo com um pouco de cultura alemã.
    Além da festa do Município a vários tipos de festa temos a oktoberfest onde as pessoas bebem shopp e dançam a vontade. Aqui também tem a festa do boi no rolete onde se assam a mesma quantidade de anos que o Município comemora. E para o publico jovem e crianças têm o parque de exposições e os “brinquedos”.
    Uma das coisas que não falta no a ao é a festa da colheita, onde os agricultores levam frutas etc… Para serem saboreadas. Há também outros tipos de festas que longo do ano vão sendo comemoradas com carinho pelos rondonense.
    Com um município cheio de festas e culturas os professores não deixam de ensinar nas escolas e colégios sobre nossa cultura que pelos professores e pelos alunos é também repassado para os outros com muito empenho.
    Por isso e pelo amor e pela cultura alemã que há mais de 46.799 de pessoas que tem orgulho de ser rondonense. Marechal Candido Rondon com traços germânicos e culturas alemãs, isso atrai muito o interesse dos outros para nossa cultura.

  9. Minha cidade

    Espalhada de cultura
    E por motivos
    Muitas religiões
    Mas também manifestações
    Cheio de festas e dança
    E a muita esperança
    Varias etnias
    E pessoas alegres por viver nessa cidade
    Cidade abençoada por Deus
    Muitos tipos de comida
    Por isso minha cidade é especial
    E o nome dela é Marechal Cândido Rondon

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s