TRABALHO INFANTIL

TRABALHO INFANTIL NO BRASIL

trabalho-infantil

Tema trabalhado no 7º Ano – Gêneros textuais explorados: Notícias, artigos de opinião, textos normativos (leis, artigos, normas). COMPLEMENTAÇÃO DO TEMA –  ALÉM DO LIVRO DIDÁTICO.

O trabalho infantil no Brasil ainda é um grande problema social. Milhares de crianças ainda deixam de ir à escola e ter seus direitos preservados, e trabalham desde a mais tenra idade na lavoura, campo, fábrica ou casas de família, muitos deles sem receber remuneração alguma. Hoje em dia, em torno de 4,8 milhões de crianças de adolescentes entre 5 e 17 anos estão trabalhando no Brasil, segundo PNAD 2007. Desse total, 1,2 milhão estão na faixa entre 5 e 13 anos.

trabalho

 

http://br.guiainfantil.com/direitos-das-criancas/450-trabalho-infantil-no-brasil.html

Matéria retirada do portal guiainfantil.com

Escrito por Pablo Zevallos

Apesar de no Brasil, o trabalho infantil ser considerado ilegal para crianças e adolescentes entre 5 e 13 anos, a realidade continua sendo outra. Para adolescentes entre 14 e 15 anos, o trabalho é legal desde que na condição de aprendiz.

O Peti (Programa de Erradicação ao Trabalho Infantil) vem trabalhando arduamente para erradicar o trabalho infantil. Infelizmente mesmo com todo o seu empenho, a previsão é de poder atender com seus projetos, cerca de 1,1 milhão de crianças e adolescentes trabalhadores, segundo acompanhamento do Inesc (Instituto de Estudos Socioeconômicos). Do total de crianças e adolescentes atendidos, 3,7 milhões estarão de fora.

Ao abandonarem a escola, ou terem que dividir o tempo entre a escola e o trabalho, o rendimento escolar dessas crianças é muito ruim, e serão sérias candidatas ao abandono escolar e consequentemente ao despreparo para o mercado de trabalho, tendo que aceitar sub-empregos e assim continuarem alimentando o ciclo de pobreza no Brasil.

Sabemos que hoje em dia, a inclusão digital (Infoinclusão) é de extrema importância. Além da conclusão do ciclo básico de educação, e da necessidade de cursos técnicos, e da continuidade nos estudos, o computador vem se tornando fundamental em qualquer área de trabalho.

Desde que entrou em prática, no final de novembro de 2005, o projeto de inclusão digital do governo federal, Computador para Todos – Projeto Cidadão Conectado registrou mais de 19 mil máquinas financiadas. Programas do Governo Federal juntamente com governos estaduais, pretendem instalar computadores e acesso a internet banda larga em todas escolas públicas até 2010. Com isso esperam que o acesso a informações contribuam para um melhor futuro às nossas crianças e adolescentes.

trabalho_infantil012

A UNICEF declarou no Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil (12 de junho) que os esforços para acabar com o trabalho infantil não serão bem sucedidos sem um trabalho conjunto para combater o tráfico de crianças e mulheres no interior dos países e entre fronteiras. No Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, a UNICEF disse/referiu com base em estimativas que o tráfico de Seres humanos começa a aproximar-se do tráfico ilícito de armas e drogas.

Veja mais…

http://www.inesc.org.br/noticias/noticias-gerais/2011/maio/trabalho-infantil-no-brasil/

 

Notícias / Brasil

06/10/2013 – 01:44

IBGE diz que 3,6 milhões de crianças e adolescentes trabalham no Brasil

Jornal Hoje

 Dos nove aos onze anos, o garoto trabalhou como mecânico em uma oficina, sem receber um tostão. “Prejudicou a minha saúde, eu sinto dores de coluna até hoje pelo esforço que eu fazia, pegar peso, se abaixar”.
O trabalho só é permitido a partir dos 14 anos, na condição de aprendiz e num horário que não prejudique os estudos. A partir dos 16 anos o trabalho é liberado, mas a atividade não pode ser considerada degradante, perigosa, insalubre ou noturna.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho, o trabalho infantil no Brasil está erradicado nas empresas e fábricas, mas há atividades que persistem e são muito difíceis de combater porque ainda são vistas como aceitáveis por muita gente. É comum encontrar crianças trabalhando em casas, como empregadas domésticas. Em um ambiente familiar, onde a fiscalização não entra, só por meio de denúncias é possível descobrir se há uma criança ou adolescente sendo explorado.

A região nordeste concentra o maior número de casos de trabalho infantil. Mais de um milhão de crianças e adolescentes trabalham de forma ilegal.

Na Ceasa em Fortaleza, por exemplo, a equipe do Jornal Hoje acompanhou durante uma madrugada toda meninos ajudando na montagem dos pontos de venda. Eles estavam carregando frutas, caixas, empurrando carrinhos e até descarregando caminhões. Um serviço pesado, em horário noturno e informal.

Thailane passou por isso. Aos 13 anos, ficava sete horas por dia empacotando mercadorias em uma mercearia. Aos 15, acordava de madrugada para trabalhar na central de abastecimento do Rio. “Poderia ter brincado muito mais, poderia ter amadurecido mais lentamente, assumido responsabilidades muito mais para frente”.

A mãe, doméstica desde os 12 anos, serviu como exemplo. Thailane, agora com 18 anos, está buscando um futuro diferente. “Eu quero ir para faculdade, eu quero tirar a minha habilitação, eu quero comprar meu carro e eu quero ser feliz”.

carvoarias

 

http://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?id=342525

 

Estatuto da Criança e Adolescente –

ECA

A Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, estabelece em seu art. 227, os Direitos da Criança Brasil. O Estatuto da Criança e do Adolescente, o ECA regulamentou o art. 227 da Constituição, em grande parte inspirado nos Instrumentos Internacionais de Direitos Humanos da ONU, e em especial, na Declaração dos Direitos da Criança, nos “Princípios das Nações Unidas para a prevenção da deliqüência juvenil”, nas “Regras Mínimas das Nações Unidas para a Administração da Justiça Juvenil”e “Regras das Nações Unidas para proteção de menores privados de liberdade”

Conheça mais sobre os direitos e deveres das crianças e adolescentes.

http://www.criancanoparlamento.org.br/sites/default/files/eca.pdf

 

ATIVIDADES PARA O 7º ANO B.

ESCOLHER UM DOS TEXTOS PARA LEITURA. REGISTRAR  NO CADERNO AS IDEIAS PRINCIPAIS, PARA DEBATER EM SALA DE AULA.

A  ATIVIDADE EM RELAÇÃO AO ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE SERÁ REPASSADO PELO FACE, NO GRUPO DO 7º ANO.

 

9 thoughts on “TRABALHO INFANTIL

  1. Trabalho infantil
    O texto comenta sobre um garoto que trabalhava de mecânico em uma oficina,dos seus 9 anos até os 11 anos sem receber dinheiro. Hoje em dia o trabalho é liberado a partir dos 14 anos como aprendiz e a partir dos 16 o trabalho já é liberado, mas não pode ser serviço pesado nem pode ser a noite.
    É comum encontrarmos crianças trabalhando em casas como empregadas domésticas onde a fiscalização não entra. A criança tem o direito de estudar. Então denuncie para que nenhuma criança seja explorada.
    A região Nordeste é onde se concentra o maior número de exploração infantil. Este é o caso da da Thailane aos 13 anos ela ficava 7 horas por dia empacotando caixas em uma mercearia, aos 15 anos ela acordava de madrugada para ir trabalhar no posto de abastecimento no rio.
    Agora Thailane tem 18 anos e diz que poderia ter brincado mais e não ter trabalhado, agora ela diz que quer fazer uma faculdade fazer a habilitação, comprar um carro e ser feliz.

  2. As crianças de 5 a 13 anos ainda estão trabalhando, nas ruas inadequadamente. O Peti (Programa de Erradicação ao Trabalho Infantil) já esta trabalhando para que isso melhore, pois crianças e adolescente estão deixando de estudar para poderem trabalhar, mas no Inesc (Instituto de Estudos Socioeconômicas) Atende com seu projeto cerca de 1,1 milhão de crianças e adolescentes que pretendem estudar também, a cada dia mais percebemos isso nas ruas, mas infelizmente já tem muita gente que abando de vez a escola, e as que não abandonaram os estudos acabam tendo bastante dificuldade a relação e acabam ruim nesse período escolar, serão serias candidatas ao abandono escolar, e conseqüentemente ao desespero por não conseguirem trabalhos adequados, tendo que aceitar subempregos e continuarem alimentando a pobreza no nosso pais. E com a tecnologia hoje em dia, quase todos os trabalhos necessitam-se de computadores, tablet’s, celulares, de um curso semi técnico e da continuidade de seus estudos, mas os jovens não estão pensando nisso e acabam pegando uma profissão sofrida, a única coisa que as instituições ECA, PETI e INESC querem é que as crianças e adolescentes saiam da rua, e voltem a estudar .
    Adolescentes que tenham 16 e 18 anos podem trabalhar sim em comércios, mas como aprendiz, e depois dos 18 eles poderão assinar carteira. É um absurdo ligar a TV e ver vários casos de crianças que foram levadas para outros países, e lá acabam sendo exploradas, e sofrendo vários casos de exploração que prejudicam sua saúde .
    No dia 12 de julho é comemorado o dia mundial contra o trabalho infantil, que foi fundado pela instituição UNICEF para que o trabalho infantil acabe por aqui, para que as crianças e adolescentes saiam das ruas, mas as crianças muitas vezes estão sendo obrigadas a trabalharem nas ruas, pelo motivo da família ser pobre e as crianças e os adolescente vão para as ruas trabalharem para ajudar a manter a casa junto aos seus pais.

    Larissa nº23 7ºB

  3. Trabalho infantil
    Os textos postados falam de um menino de 9 a 11 anos trabalhou em uma mecânica sem receber nada de dinheiro, ou outro benefício. Ele sentia muitas dores na coluna e tinha problemas de saúde .
    o Segundo comenta de uma menina chamada Thailane de 13 anos empacotava mercadorias aos 15 anos ela trabalhava na central de abastecimentos no rio ela acordava de madrugada.
    E aos 18 anos ela esta buscando um futuro diferente ela quer ir a faculdade tirar habilitação e quer comprar um carro.O trabalho infantil que tira a criança da Escola não pode acontecer.

  4. No Brasil, é qualquer trabalho exercido por criança e adolescente com menos de 16 anos, exceto na condição de aprendiz, e é proibido por lei. Os programas de aprendizagem, cujo objetivo é facilitar a formação técnico-profissional de adolescentes a partir dos 14 anos, devem atender a uma série de condições específicas, de modo a garantir que esse trabalho não prejudique o cotidiano e a vida escolar do jovem, entre outros. Para saber mais sobre essa condição, clique aqui.
    Hoje, no Brasil, a exploração do trabalho infantil está presente em diversos ambientes, tanto privados como públicos. Em toda a América Latina, segundo a OIT, uma de cada dez crianças e adolescentes está em situação de trabalho infantil, em suas mais diversas formas. Ou seja, ele pode estar na casa das pessoas, no restaurante do bairro, na esquina daquela avenida… Há ainda aqueles cuja prática é menos recriminada socialmente, como o trabalho rural e o doméstico, e até aqueles relacionados a atividades ilegais, com a exploração sexual e o tráfico de drogas.

    iago
    N 16 7B

  5. Paródia- Temática: Trabalho Infantil.

    Eu não quero…
    Eu não quero ver criança na ruas.
    Mas quero que todas voltem a estudar.
    Nas ruas não quero ver crianças sofrendo, mas quero que todas recebam amor.
    Ah! quanto tempo vamos esperar para sair daqui.
    Que viesse alguém para nos tirar daqui agora . VOCÊS VÃO.

    REFRÃO: Vou dizer aqui nessas ruas não quero mais porque é perigoso pra morar.

    E quando vejo as crianças indo pra escola quero ir também e no jeito vou tentando agradar
    Família me dê amor, carinho e moradia .
    Que família muda tudo, muda o mundo isso é o amor.

    Gabriela e Daiana. Número : 11 e 33

  6. Paródia: Trabalho Infantil

    Eu te dei
    O apoio necessário
    Para conseguir
    As estrelas
    E desenhar o seu céu.

    Na linha do tempo
    O destino escreveu
    Com letras trocadas
    A policia me prendeu.

    A quanto tempo eu esperava
    Encontrar a liberdade
    Que se encaixasse bem nos planos que um dia fiz para mim
    O céu e eu….

    Vou dizer
    Que nessas frases tem um pouco de sofrimento de nós dois
    Que não deixamos o agora pra depois
    Quando estou livre me sinto tão completo por onde eu vou.

    Lais N° 32

  7. Paródia – Trabalho Infantil

    A Bússola que tira do trabalho duro

    As crianças se perderam e tentaram acertar o caminho , e começaram a andar , por uma cidade cheia de perigos e trabalho duro , e não conseguiram escapar.
    Nós precisamos uma bússola ou alguma coisa assim ,pra nós guiar.
    Nós achamos nossos pais , que nós tiram do escuro e do trabalho duro.
    E o sol nasceu de novo para nós , e as angústias tiveram fim.
    Só precisamos da bússola ,que nós tirou do escuro e do trabalho duro,a bússola que gira gira e sempre aponta pro futuro , se nos perder mesmo que for sem querer ,nossos pais nos trazem de volta pra nos ver crescer.

    Juliana e Andressa Thais N°19 e 04

  8. Paródia da musica super fantástico (Turma do Balão Magico)

    Quero um trabalho infantil decente
    Que toda criança seja sorridente
    Pois merece um grande presente

    O Brasil pode dizer não, para a escravização
    Trabalho infantil, maltratos às crianças,
    Coisas ruim, nesse Brasil tem de monte
    A criminalidade, tá tomando conta da cidade
    A marginalidade, coloca a culpa nas autoridades
    Criança que não tem apoio e educação
    Vai sofrer com a exploração

    Sou feliz, pois não aceito o que o povo diz !
    Temo que dizer e agir
    Sou feliz, porque ajo aqui
    Também quero salva as crianças da exploração
    Vamos embarcar nesse balão, com emoção, contra a sua exploração !

    Larissa nº 23
    Julia nº 20

  9. Eu sou a Mirian gosto muito de brincar
    Eu sou o Lucas não canso de estudar
    Eu sou a Ligia queria apresentar novos colegas que acabaram de chegar
    Sou a Sibele a mais nova da minha turma
    Sou a vitória vamos contar nossas historias
    Somos crianças que queremos dividir o estatuto da criança que ja chegou por ai .
    Somos crianças buscando o estado para a vida melhorar.
    Para muito mais aprender com este estado, não devemos trabalhar.
    Somos crianças buscando o estado melhorando o pais.
    Sem trabalho infantil o Brasil será aquele que o povo sempre quis.
    Viver a vida, estudar, e ser feliz.
    Não trabalhar agora, é tudo que eu sempre quis.
    Viver o sonho, o que acontecer. fazer amigos estudando pra valer.
    Crianças buscando estudos, para a vida melhorar.
    Para muito mais aprender, com esse se estudo não devemos trabalhar.
    Somos crianças buscando estudo, melhorando o pais.
    Sem trabalho infantil o Brasil, será aquele que o povo sempre quis.

    Parodia da musica somos amigos do peito, amigos pra valer (balão magico)

    Ayessa
    nº5
    7ºB

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s